Menu

BTG Pactual Digital adota estratégia baseada em mobilidade e análise de dados

Ao implantar a solução AppsFlyer, instituição passou a mensurar melhor as campanhas para seu aplicativo e acompanhar mais de perto a jornada de seus clientes, aumentando expressivamente o número de contas abertas

 

O BTG Pactual possui uma plataforma que possibilita acesso a mais de 300 fundos de investimentos e um dos apps mais bem avaliados na appstore entre bancos brasileiros da mesma categoria. Esse posicionamento do aplicativo ocorre após a instituição posicioná-lo no centro das suas estratégias de marketing.

O foco na aquisição de usuários via canal móvel trouxe a necessidade de mudar a forma como se mediam dados das visitas. Por isso, o BTG Pactual Digital se muniu de uma robusta estrutura de mensuração de dados, onde é possível acompanhar a jornada de seus clientes através de todos seus canais online.

Uma das empresas que possibilitaram ao banco adotar esta nova postura foi a plataforma de atribuição e análise de dados mobile AppsFlyer, a mesma utilizada pelos grandes super apps da atualidade e recentemente transformada em unicórnio após última rodada de investimentos.

Após a implementação da AppsFlyer, no ano passado, o BTG levou apenas um mês para que o time de mídia e performance fosse capaz de mensurar suas campanhas para o aplicativo e tomar decisões. De cara, as campanhas da instituição no Facebook passaram a ter resultados de três a quatro vezes maiores.

O time do BTG ainda baixou o custo de aquisição de clientes (CAC) em 36%. Com a integração da solução com o modelo de atribuição já existente, o time sentiu mais confiança em escalar os investimentos nas campanhas de aplicativo. Por fim, houve aumento de 39% na abertura de contas no app, vindas de publicidade dentro de outros aplicativos.

"Nossa obsessão sempre foi entender o cliente em todos os pontos de contato com a marca, com uma estratégia de atribuição cross-channel e cross-device. Quando implementamos a AppsFlyer em nosso modelo de atribuição, enxergamos e mensuramos a relevância das campanhas de app install, com otimização do plano de mídia de forma ainda mais aderente à jornada do cliente e tivemos ganhos expressivos de eficiência no CAC", diz André Kliousoff, Head de Marketing do BTG Pactual Digital.

Link para acessar mais detalhes sobre o case:

http://www.appsflyer.com/br/blog/btg-pactual-digital-adota-estrategia-mobile-centric-e-leva-seu-app-ao-protagonismo/

Leia mais ...

Banco PAN lança conta digital com foco nas classes C, D e E

Produto será gratuito, incluirá vários serviços e terá foco em concessão de crédito, especialidade da instituição

O Banco PAN (BPAN4) lançou sua Conta Digital na última quinta-feira, dia 6, com foco nas classes C, D e E. Por meio dela, o cliente passa a ter acesso a uma conta corrente completa: 100% digital, sem tarifa de manutenção, com direito a um pacote mensal gratuito de transferências, saques na Rede 24 horas, depósitos via boleto, pagamentos de contas, além de diversos produtos de crédito e outros serviços.

Ao abrir a conta, o cliente receberá um cartão múltiplo (crédito e/ou débito) sem anuidade e poderá ter acesso a um limite emergencial e crédito pessoal com taxas e valores personalizados. A navegação no app do Banco não consumirá a Internet do celular e, além disso, o PAN vai oferecer descontos em drogarias, supermercados e lojas virtuais por meio de acordos com diversos parceiros. Outra vantagem é que os clientes poderão cadastrar seu cartão de débito para pagamentos digitais de serviços como Netflix, Spotify e Uber.

Como a transparência é um dos principais pilares da estratégia digital, o PAN desenvolveu uma fatura de cartão de crédito clara e de fácil compreensão, com objetivo de proporcionar ao cliente o total entendimento dos valores cobrados. O banco tem também uma equipe preparada para tirar todas as dúvidas e fazer qualquer esclarecimento sobre a conta digital, além da possibilidade de atendimento via chatbot.

O uso assertivo de dados é uma grande vantagem da conta, permitindo que os modelos de crédito e pricing do PAN sejam ainda mais personalizados em taxas e limites, entregando exatamente aquilo de que o cliente precisa.

“O crédito é o nosso principal instrumento para atração, engajamento e monetização de clientes. Afinal, a falta de crédito adequado é a maior dor do nosso público. E esse é exatamente nosso grande diferencial. Está em nosso DNA. Desde 2011, já concedemos mais de R$ 160 bilhões em crédito para as classes C, D, e E”, explica Diogo Ciuffo, diretor do Banco Digital e Meios de Pagamentos.

O lançamento acontece após um curto período de soft launch com cerca de 40 mil pessoas. A estratégia de aquisição de clientes para a conta digital será baseada em seis fontes de atração: oferta para a base de clientes ativos e ex-clientes do PAN; fluxo de potenciais clientes solicitando crédito mensalmente; marketing digital; rede física de distribuição; novos parceiros de originação; e um programa de member get member.

Ainda no primeiro semestre, o PAN vai agregar ao aplicativo uma plataforma de planejamento e organização financeira, criando um ambiente de metas e objetivos por meio de gamificação para incentivar o consumo consciente e mostrar como é possível poupar dinheiro.  Além disso, ao longo de 2020, serão lançados novos produtos de crédito, oferta de seguros, opções simples de investimento e novos serviços tais como recarga de celular e bilhete único.

“A conta digital é uma evolução natural do nosso negócio e será um instrumento relevante para otimizarmos as oportunidades de cross sell e upsell, para incrementarmos o portfólio de produtos e fidelizarmos ainda mais os nossos clientes. Hoje eles já são mais de 4,9 milhões e outras centenas de milhares de propostas que passam por aqui mensalmente. Isso sem contar a base de 10 milhões de pessoas que já foram clientes do PAN em algum momento”, reforça Carlos Eduardo Guimarães, CEO do Banco PAN.

O desenho da plataforma e as definições de UX foram feitas em conjunto com os clientes, em centros urbanos e regiões periféricas do País. “Vivenciamos os diversos contextos de vida dos brasileiros para identificarmos quando e como as pessoas utilizam os produtos e serviços financeiros”, explica Diogo Ciuffo.

Durante a etapa de concepção, baseada na metodologia HCD (design centrado no cliente), foi realizada uma profunda pesquisa com mais de 40 mil pessoas e desenvolvidos 18 protótipos testados com centenas de pessoas nas ruas. “Esse processo criativo de ponta permitiu a entrega de um design diferenciado, com usabilidade simples, intuitiva e que garante total clareza no uso da conta digital”, conclui o executivo. 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes